Educação e cidadania ganham destaque na posse dos vereadores mirins

A Câmara Municipal realizou, nesta quarta-feira (15), cerimônia de posse dos novos vereadores mirins. São 40 crianças e adolescentes eleitos em escolas públicas para representar a comunidade durante o ano de 2019.

O projeto é desenvolvido pela Escola do Legislativo, que tem a finalidade de despertar nos jovens o interesse pela agenda sociopolítica do município, incentivar o exercício da participação democrática com sugestões e propostas aos parlamentares.

Em execução há cinco anos, o Câmara Mirim já atendeu diretamente mais de 150 crianças. Isso porque o que elas vivenciam na Câmara é compartilhado em suas escolas, famílias e comunidade.

O trabalho feito pela Escola tem a parceria das Faculdades Santo Agostinho, que desenvolve o projeto Iniciação Cidadã, com monitores, diretores, supervisores e professores das instituições envolvidas, além dos pais que se comprometem acompanhar e apoiar o filho nas atividades. Este ano participam as Escolas Estaduais Antônio Figueira Carlos Versiani, Professor Plínio Ribeiro, a Municipal Afonso Salgado e a Fundação Fé e Alegria.

Participação e envolvimento

Kátia Aparecida Silva Ribeiro é supervisora pedagógica da Afonso Salgado. É a primeira vez que a instituição representada. Para a supervisora, a expectativa é grande: “onze de nossos alunos estão no projeto. Incentivamos e apoiamos porque acreditamos na grande relevância para a vida deles e da comunidade. Tenho certeza de que eles vão sair daqui com grandes experiências e ensinamentos que vão poder compartilhar tanto na escola quanto na família e na sociedade”, destacou.

O Presidente da Câmara, Marcos Nem (PSD), deu posse aos novos Vereadores Mirins destacou a importância do projeto para os estudantes e a comunidade: “nos sabemos que mesmo com todo o desgaste da política, ela é necessária. E esse projeto leva até os jovens, as crianças o valor da política e é uma forma de conscientizar que todos precisam fazer parte da política e buscar sempre desenvolver uma trabalho sério, visando o crescimento da nossa cidade, do nosso Brasil. E é isso que eles vão aprender aqui, uma política não partidária com o pensamento sempre em ajudar o próximo”, afirmou.

Para o vice-presidente da casa, Soter Magno(PP), o projeto é uma oportunidade para conscientizar  sobre o papel e a importância deles como cidadãos e quem sabe no futuro, grandes líderes: “a política nada mais é do que o ato de trabalhar em prol do bem comum e a partir de agora essas crianças vão poder estar aqui, trabalhando em todos os aspectos nas suas comunidades, nas suas escolas e através do Legislativo Mirim buscar melhorar a qualidade de vida de sua comunidade, de sua escola. É de fundamental importância e grande orgulho tantos pais e escolas confiarem seus alunos e filhos a Câmara Municipal. Vamos ensinar e aprender muito”, falou Soter.

Representante das Faculdades Santo Agostinho e do projeto de Iniciação Cidadão, Antônio Luiz Júnior, que está no sétimo período do curso de direito, é um dos monitores que estarão acompanhando os Vereadores Mirins durante todo o ano.

Para ele, oportunidade de ensinar e aprender: educar é uma troca. Da mesma forma que nos, monitores, vamos passar um pouco de conhecimento a eles, tenho certeza que eles também vão contribuir para nossa formação acadêmica. A partir do momento que nos iniciamos essas crianças em contato com nossas públicas, legislativo, executivo e judiciário, abrimos o campo de formação do cidadão. E esse é nosso papel, contribuir para a construção de uma sociedade cada vez melhor, mais justa.

E isso que Felipe Figure, um dos 40 vereadores mirins empossados quer: “espero ser produtivo, aprender, realizar nossos planos como Vereador Mirim”. Finalizou Felipe.