Cartórios terão que obedecer lei dos 20 minutos

A Câmara de Montes Claros aprovou em reunião ordinária, realizada nesta terça-feira (30/4), oito projetos da pauta – todos de iniciativa do Legislativo. O primeiro projeto aprovado (n°37/2019) determina tempo para atendimento em cartórios extrajudiciais de serviços notariais e de registro do município.

A proposta de iniciativa do Vereador Wilton Dias (PHS) determina que os cartórios de notas deveram atender o usuário em até 20 minutos de espera. O estabelecimento deverá entregar senha de atendimento com o horário de chegada para comprovar o tempo de espera. Os cartórios terão o prazo de 90 dias para se adequarem, após a publicação da lei.

Em homenagem ao ex-servidor da Câmara de Montes Claros, a rua G no bairro Vila Campos, passará a chamar José do Nascimento Silva. A iniciativa do Vereador Valcir da Ademoc (PTB), homenageia o fotógrafo que trabalhou por 12 anos na Casa, foi assistente técnico da Rádio Sociedade e faleceu em 2017.

A proposta n°24/2019 do Vereador Edmilson Magalhães (PSDB) determina a mudança  de nome da rua 8, no bairro Santa Lúcia I para Wilson Drumond.

De iniciativa do Vereador Soter Magno (PP), os projetos n°17/2019, n°22/2019, n°38/2019, n°39/2019 e n°40/2019, denominam ruas, praças e escolas em diversas partes da cidade. Na região do Trevo do Aeroporto, duas praças serão nomeadas – a primeira levará o nome de Rosângela Veloso Assis Martins e a outra Doutor Antônio Augusto Barbosa Moura. O projeto n°38/2019, denomina praça Air Lelis Vieira, no bairro Morada do Sol e  o Cemei do bairro Jardim Primavera,  de Valdeir Correa.