Câmara cobra mais apoio ao esporte em Montes Claros

Câmara cobra mais apoio ao esporte em Montes Claros Ascom/CMMC

A falta de incentivo ao esporte em Montes Claros foi mais uma vez assunto na reunião da Câmara. Em pronunciamento na tribuna o vereador Dr. Marlon (PTC) questionou a cobrança de taxa para o uso do Estádio Ana Lopes nas realizações de competições é mais uma forma de desestimular eventos esportivos.

O parlamentar denunciou que tem recebido reclamações de equipes que buscam apoio da Secretaria de Esportes e voltam de mãos vazias: “na hora que os atletas precisam de um estádio, que é o caso do Ana Lopes, para realizar um campeonato de artes marciais, tem que pagar? A população já paga tantos impostos e mesmo assim, pra se ter um evento num estádio como aquele tem que se cobrar mais taxa”, ressaltou Dr. Marlon, que pediu que o prefeito Humberto Souto reveja o decreto de cobrança para realizações de competições em locais públicos de práticas esportivas.

Na mesma reunião, o vereador Raimundo do INSS (PDT) pediu mais empenho da Secretaria de Esportes para o esporte. Para ele, a cidade deveria ter equipes, apoiadas pelo município, representando a região em competições estaduais e nacionais.

“Montes Claros necessita incentivar o esporte, ter equipes representando nossa região em campeonatos e, por que não, um time de futebol na primeira divisão do estadual?”, questionou Raimundo, que ainda cobrou investimentos em obras paralisadas há muito tempo.

“Por que não investir na construção do Moção? Há quantos anos a população está esperando? Desde a época de Toninho Rebelo que começou o projeto e que até hoje não foi abraçado pelas outras administrações”, finalizou.

O que diz a prefeitura

Sobre o pagamento da taxa no Estádio Ana Lopes, o Secretário de Esportes, Igor Dias informou que a cobrança é feita apenas quando o evento não é gratuito. No caso, citado pelo vereador Dr. Marlon, existia a cobrança de taxa de inscrição.

Quando os competidores, como espectadores participam de graça, os responsáveis assinam um contrato com a autarquia, se comprometendo a entregar o local da forma que recebem.

O secretário explicou por que: “antes, quando os espaços, como o Poliesportivo e o Ana Lopes eram liberados sem nenhuma exigência, a depredação era grande. Já aconteceu de roubarem caixa d’água, lâmpadas e até registros de banheiros. Agora banheiros, bebedouros, arquibancadas, estão em ordem”, explicou.

Segundo Igor, o dinheiro arrecadado com a locação é utilizado na manutenção dos espaços. Hoje o Ana Lopes é alugado a R$ 34,88 por hora.

Sobre o apoio às equipes, o secretário explicou que a prefeitura está primeiro recuperando quadras, campos para poder oferecer aos desportistas espaços adequados para cada modalidade: “esperamos em até quatro meses entregar à comunidade o Estádio João Botelho. Em seis meses, o ginásio Darci Ribeiro. A partir daí, vamos poder abrigar com mais segurança, equipes de vôlei, basquete, handebol e futebol. Isto é incentivar o esporte. Outras quadras e campos em vários bairros também estão sendo reformados”, explicou o secretário.

Sobre apoiar e colocar equipes da cidade em competições estaduais e nacionais, o secretário lamenta que até hoje nem Governo do Estado nem Federal decidiu quanto e como serão os investimentos na área: “tendo recurso, o município que inclusive tem projetos aprovados, como o 2º Tempo, poderá fazer mais pelo esporte em nossa cidade”, explicou Igor Dias.

Quanto ao Mocão, o secretário informou que por falta de recurso, não tem previsão de quando ou como serão retomadas as obras.

Esporte será tema de audiência pública

O Plano Municipal de Políticas Públicas para o Esporte em Montes Claros será tema de uma audiência pública, a ser realizada dia 09 de maio, às 19h. A proposta é do vereador Daniel Dias (PCdoB) e foi aprovada por unanimidade.

De acordo com parlamentar, será uma oportunidade para a comunidade acompanhar o que está sendo feito e o que será feito em prol do esporte na cidade: “uma forma também de retomar a discussão que iniciamos no ano passado em relação as políticas de esporte do município”, concluiu Daniel.