Vereadores pedem a volta do Ponto de Apoio ao Produtor

 Vereadores pedem a volta do Ponto de Apoio ao Produtor Divulgação Internet

Um dos temas abordados pelos Vereadores de Montes Claros, na reunião ordinária desta terça-feira (09), foi a volta do Ponto de Apoio ao Pequeno Produtor Rural, que funcionava no Mercado Central. O espaço era um dos 136 estabelecimentos do prédio, mas foi desativado, aponta o Parlamentar Sérgio Pereira (DC). Ele cobra o retorno das atividades e afirma que é necessário para dar suporte ao homem do campo.

Graça da Casa do Motor (PHS) também pediu providência a este respeito. Para ela, é de extrema importância. À época, a vereadora afirma que tinham dois servidores que davam assistência à zona rural, expedia documentos.

“Ali o produtor rural resolvia tudo. Não precisava chegar ao local, fazer as suas compras e pegar um mototáxi para ir até a Secretaria, que fica ao Alto São João. Era mais cômodo e seguro, pois tinha o Posto do Banco do Nordeste e ali eram realizadas pequenas operações. A volta do ponto é de suma importância para centralizar tudo num só lugar”, descreve Graça.

O que diz a Agricultura

O Secretário de Agricultura, Osmani Barbosa Neto, afirma que desde que assumiu a Pasta, o serviço não estava funcionando. Segundo ele, o Ponto de Apoio foi instalado pela Prefeitura Municipal, em 2006, em parceria com o Banco do Nordeste e a Emater-MG para atender aos agricultores familiares que iriam aderir ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Mas hoje toda a transação é feita no próprio Banco.

“Inicialmente eu penso que o Ponto perdeu o efeito de estar no Mercado. Não descartamos a possibilidade de voltar com o Ponto, mas é necessária uma análise bem real do assunto, pois todos os serviços estão na secretaria e é onde tem os profissionais para atender aos produtores. É lá, por exemplo, que tem os técnicos do Pró-água”, encerra Osmani.

Assessoria de Comunicação
Câmara Municipal de Montes Claros