Câmara aprova três projetos

Câmara aprova três projetos Ascom/CMMC

A Câmara de Montes Claros aprovou três dos nove projetos em pauta da reunião ordinária desta terça-feira (26/3). Oito propostas era de iniciativa do Legislativo e um do prefeito Humberto Souto, que visa reestruturar a Procuradoria-Geral do Município.

Os projetos n°5/2019 e n°9/2019 concedem Título de Cidadão Benemérito de Montes Claros. O primeiro aprovado é de iniciativa do Vereador Edmílson Magalhães (PSDB) e homenageia o empresário, Wandi Milton Ribeiro, dono da farmácia Drogasul. A outra proposta, do Vereador Cláudio Prates (PTB) entrega o título para o juiz de direito, Evandro Cangussu Melo.

As propostas n°7/2019 e n°8/2019 concedem, respectivamente, Placa de Prata Alferes José Lopes de Carvalho ao desportista, Wagner da Silva Leal e à empresa Coteminas. O primeiro projeto é do Vereador Ailton do Vilage (PHS) e o outro do Parlamentar Cláudio Prates.

Também de iniciativa de Prates, projeto (n°10/2019) concede Título de Cidadão Honorário ao desembargador e presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Nelson Missias de Morais.

De autoria do Vereador Soter Magno (PP), projeto (n°26/2019) concede Título Declaratório de Utilidade Pública Municipal ao Núcleo de Apoio a Vida de Montes Claros. A instituição foi fundada em 2017, com sede no bairro Todos os Santos e tem o objetivo de trabalhar com a prevenção ao suicídio, através do Centro de Valorização da Vida (CVV).

Para alterar a redação das proposições, os parlamentares pediram vista por três dias dos projetos, n°1/2019, n°27/2019 e n°2/2019.