Legislativo viabiliza R$ 950 mil para a saúde

O papel do vereador é fiscalizar, cobrar, indicar e reivindicar. Assim que as melhorias são implantadas com obras e serviços. Quem é beneficiado é o povo, que tem acesso aos serviços ofertados. Outra importante missão de um parlamentar é buscar recursos junto aos governos Estadual e Federal, por meios de deputados. Nesse contexto, Rodrigo Cadeirante (Rede) visitou gabinetes dos deputados federais, em Brasília-DF, que tiveram mais de 100 votos, em Montes Claros.

Foram quatro dias de intenso trabalho e um saldo positivo: R$ 950 mil em emendas para a maior cidade do Norte de Minas. Todas para área de saúde. R$ 500 mil serão destinados para um hospital da cidade, que será depositado em até 45 dias.

“No meu primeiro mandato de vereador eu conversei com um colega paulista que me deu a dica de ir pessoalmente à Capital imediatamente à posse. Em 2015, eu também fiz essa peregrinação e agora, fiz um estudo e todos os parlamentares com mais de 100 votos eu ‘bati’ no gabinete de 53 deles. Protocolei pedidos em 49. Com 15 deputados me reuni pessoalmente. Somente de Aécio Neves e Newton Cardoso Júnior que não deixei ofício e nem estive com eles”, afirma Cadeirante.

De acordo com Rodrigo, ‘é um trabalho de formiguinha’. Agora é hora da “fatura”, do boleto chegar a eles. Foram apresentadas as demandas da comunidade nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, cultura, esporte e assistência social.

“A minha estratégia não é politiqueira, visto que R$ 500 mil já estarão na conta da Prefeitura nos próximos dias. Outros R$ 100 mil num curto prazo e os valores em breve. Creio que pode chegar a R$ 1,5 milhão, mas o garantido é o valor citado. É hora de aproveitar os parlamentares que não fizeram compromissos com as emendas e podem destinar à nossa cidade. Considero estratégica e proveitosa o trabalho. Pedimos prioridade a todos. Farei no final de março uma nova roda de visitas. Meu objetivo é mobilizar os políticos, mesmo se eles tenham bases aqui em Montes Claros. Pois, os novos ainda vão indicar em outubro/19 para priorizar fevereiro/2020 e pagar em março do ano corrente”, diz Rodrigo, que em contrapartida oferece todo apoio de comunicação aos deputados que destinarem os recursos.

Assessoria de Comunicação
Câmara Municipal de Montes Claros