Grande Renascença recebe UBS de mais de R$ 1 milhão

Grande Renascença recebe UBS de mais de R$ 1 milhão Gabinete Jr Martins

A reconstrução da sede da Unidade de Saúde do Grande Renascença já tem data para iniciar, é o que afirma o vereador Júnior Martins (PPS). Para ele, a obra, fruto de emenda parlamentar, foi licitada no valor de R$1.040.000,00 (Um milhão e quarenta mil reais).

A empresa vencedora anunciou o início dos trabalhos para maio, com previsão de término em janeiro de 2020: “será uma unidade padrão de nível III, comportando três equipes de Saúde da Família. Cada uma com médico, enfermeiro, dentista, auxiliar de saúde bucal, e agentes de saúde”, destacou o parlamentar.

Desde 2011, a unidade funciona numa casa alugada, sem estrutura suficiente para atender cerca de 40 mil pessoas dos nove bairros que compõem o Grande Renascença. A reestruturação da sede é uma das bandeiras defendidas por Júnior Martins, que com a comunidade fez várias manifestações, ofícios e audiências públicas. A resposta desta luta veio com inclusão da obra no pacote de emenda parlamentar.

Esperança para a comunidade

Alessandra dos Santos Silva mora no Renascença há 42 anos. Foi no bairro que criou os três filhos dela e sempre foi atendida na unidade de saúde local. Ela conta que viu a região crescer e, com isso, a necessidade de ampliação do serviço. A moradora recebeu a notícia da obra com muita alegria: “um presente para os moradores. Esperamos que seja bem administrada para fazer o serviço fluir com qualidade. É o que a população do grande Renascença precisa e merece”, finalizou a dona de casa. 

A unidade de saúde do grande Renascença foi desativada, em 2012, quando passou o serviço para um imóvel alugado. Algum tempo depois, a obra de reforma foi iniciada, mas não concluída. O prédio acabou sendo saqueado e quase todo destruído: “só restaram as paredes antigas que já foram demolidas pela prefeitura, deixando o espaço pronto para a nova obra”, comentou o vereador que comemorou a retomada dos trabalhos: “vencida esta batalha, foco agora nos trabalhos de pavimentação asfáltica e a duplicação da ponte de ferro”, comentou Júnior Martins.

Duplicação da ponte do JK

De acordo com Júnior Martins já foi autorizada a duplicação da ponte sobre a linha férrea, na Avenida Minas Gerais. O benefício não será só para o grande Renascença, mas toda a cidade. A região é polo universitário, além de abrigar grandes empresas, o que aumenta, e muito, o tráfego na via.

Hoje a ponte, mesmo sendo uma via de mão dupla, comporta apenas um veículo por vez. Situação que acaba afogando o trânsito, causando transtorno e trazendo perigo para os pedestres.

“Esperamos em breve, anunciar o início dos trabalhos desta obra tão esperada pela população”, finalizou o vereador.

Assessoria de Comunicação
Câmara Municipal de Montes Claros