Câmara cobra recuperação de estradas e pontes na zona rural do município

Câmara cobra recuperação de estradas e pontes na zona rural do município Foto: Secretaria Municipal de Agricultura

Os vereadores da Câmara Municipal de Montes Claros denunciam a situação das estradas vicinais e pontes na zona rural. Alvos constantes de debates, os vereadores pedem a reconstrução, patrolamento e cascalhamento das vias e reforma das pontes. No município, são cerca de cinco mil quilômetros de estradas vicinais.

Ildeu Maia (PP) destacou a necessidade de uma atenção especial para o percurso que compreende entre Montes Claros e Miralta, Vila Nova de Minas, de Montes Claros a Canto do Engenho e também Morro Vermelho. Ele destacou que muitas famílias são prejudicadas com a falta de manutenção: “em Miralta e Vila Nova, são mais de mil famílias residentes. Em Canto do Engenho e Morro Vermelho, umas 600 famílias”, destacou Ildeu.

O vereador Sérgio Pereira (DC) partilha o pedido de ldeu e acrescenta as vias de Cachoeira, Canoas, Mocambo Firme. Ele afirma que estão em péssimo estado: “tem transporte escolar, produção agrícola e muitas demandas que precisam ser resolvidas e dependem de uma estrada com mais estrutura. E não só estradas, muitas pontes precisam ser reformadas ou até serem refeitas. Imagina se uma ponte cai com um carro cheio de gente?”, ressaltou parlamentar.

O presidente da Casa, Marcos Nem (PSD), ressaltou a necessidade de um trabalho mais rápido e antes do período de chuva: “são cinco mil quilômetros de estradas vicinais em Montes Claros, que precisam de atenção. A chuva, não podemos negar, é uma grande necessidade na nossa região, mas sabemos que pode ser um complicador para as comunidades. Por isso, urgentemente precisam de um cascalhamento. Em muitas regiões, somente o patrolamento não será suficiente. É preciso também recuperar  pontes”, ressaltou Marcos Nem, que também cobrou mais estrutura para a Secretaria de Agricultura para fazer as obras.

“O Executivo adquiriu cinco patróis que vêm fazendo esse trabalho e já pedi ao prefeito para ver a possibilidade de comprar caçambas e pá carregadeiras para que a secretaria pudesse formar equipes bem estruturadas para estas frentes de trabalho. Moradores de várias regiões como Mimoso, Claraval estão cobrando o serviço. Estive na região de Estreito de Miralta e as máquinas estão lá fazendo um bom trabalho, mas precisa de uma carregadeira, uma patrol para fazer o cascalhamento em vários pontos”, disse o presidente, que também ressaltou os problemas enfrentados pelos moradores de São Pedro das Graças. Em nome da comunidade, peço que se faça um desvio até que a obra seja concluída”, afirma Marcos.

O que diz a Secretaria

O secretário de Agricultura, Osmani Barbosa Neto, informou que a equipe dele trabalhando dentro da realidade da prefeitura.

“Para as regiões de Canto do Engenho, Morro Vermelho e outras, estamos preparando uma patrulha para entrar nessas localidades. Já estamos com máquinas trabalhando na região de Santa Rosa, Marcela e outros lugares. Em Ermidinha, Aparecida do Mundo Novo, trabalho concluído. Nós já fizemos metade dos cinco mil quilômetros. Quando assumimos a prefeitura, eram muitas pontes quebradas. Já consertamos entre pontes, passagens molhadas e mata-burro em torno de 50. Ainda tem umas 20”, descreve Osmani.

O secretário informou que várias equipes estão focadas na recuperação e reforma de pontes, mata-burro e passagens molhadas: “nosso objetivo é fazer o máximo de serviço antes do período de chuva. Temos uma ponte em São Pedro das Graças que demos início a obra, mas foi precisou dar uma pausa, por causa da chuva. Firmando o tempo, a equipe volta ao trabalho. Tem uma ponte séria em Monte Sião, onde estamos preparando o orçamento para atender a localidade e outras cobradas pelos vereadores”, finalizou o Secretário.

Reconhecimento

Valdecy Contador (PMN), elogiou o trabalho feito pela Secretaria de Agricultura na comunidade de Santa Rita de Canací: “eu estive visitando a região e a presidente da comunidade, Dona Fátima, agradeceu ao prefeito pelo serviço. Foram quase dez quilômetros recuperados. Um serviço, de acordo com a comunidade, bem-feito. Então, a gente parabeniza esse serviço da agricultura, mas continua cobrando o trabalho nas outras comunidades. São muitas e esperamos que todas sejam atendidas e que tudo seja feito antes das chuvas. Porque sem chuva já está difícil, imagina com a lama”, destacou o vereador que falou sobre algumas comunidades que esperam uma intervenção: “Cabeceira, Mocambo Firme, Vila Nova de Minas, Miralta, Cachoeira de Miralta que liga Samambaia até Vila Nova de Minas. Estas são algumas das muitas comunidades que esperam maior atenção da prefeitura”, destacou Valdecy.